Questão Brasil edição nº. 87

Questão Brasil | Assuntos de Goiás TV

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

CCJ aprova indicação de Alexandre de Moraes para ministro do STF e encaminha ao plenário




Nomeação de Moraes ao Supremo será votada no plenário do Senado nesta quarta-feira.




Depois de cinco horas do início da sabatina de Alexandre de Moraes para o STF, a reunião da CCJ foi suspensa por 10 minutos. 
O indicado explicou aos senadores que trabalhou como advogado de partidos políticos e que foi remunerado pelo serviço profissional que prestou.
Leia mais... Em sabatina morna, CCJ aprova nome de Alexandre de Moraes ao STF | EXAME.com - Negócios, economia, tecnologia e carreira

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Cristóvão sabe do tamanho da encrenca, mas nega que Fla seja favorito contra o Vasco na semifinal | Clubes do Brasil

Sabedor do tamanho da encrenca, treinador lembra que é um clássico e aposta em equilíbrio, caso duelo se confirme pela Taça Guanabara 



O Vasco da Gama ainda não convenceu em 2017, as desconfianças sobre o time dirigido por Eurico Miranda recaem principalmente por conta da idade de suas estrelas. 

Seria o elenco do time da Colina muito velho em relação aos rivais?

Aos trancos e barrancos a equipe conseguiu chegar as semifinais do Carioca e vai encarar o principal rival, o Flamengo, que parece estar com a máquina mais azeitada.

A semifinal do cariocão promete muitas emoções e definições para o Vasco em relação as pretensões da equipe em 2017.
Leia mais... Cristóvão nega favoritismo do Flamengo sobre o Vasco em semifinal - Jornal O Globo

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Vereador Paulo Magalhães apresenta requerimentos a Prefeitura de Goiânia – Eu Digo Sempre

Paulo Magalhães apresentou diversos requerimentos destinados à Prefeitura de Goiânia.

 "De fato, nossa cidade apresenta vários problemas e precisamos unir forças para atender as demandas e necessidades da comunidade", disse o Vereador do PSD.
 

1-a-pm-fw

As solicitações foram: 

- Construção do Hospital com Atendimento Especial para o Idoso; 

- Parcelamento dos débitos à Sedetec de ambulantes e feirantes; 

- Revitalização da Praça do Cruzeiro;
- Estudo para garantir o tráfego nas principais vias em horário de pico.

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Dívida ‘misteriosa’ de R$ 30 milhões com Odebrecht pode fazer Botafogo perder jogadores | Clubes do Brasil



O valor devido está devidamente declarado nos balanços financeiros do Botafogo. Em 2014, eram 23.729 milhões. 

No de 2015, último publicado, o valor já estava em R$ 28.769 milhões. Não se sabe em qual empresa do grupo Odebrecht estaria declarado o valor emprestado ao clube. 

Na declaração do clube, a rubrica aparece em nome de Odebrecht Part.

Procurada, a Odebrecht se nega a dar qualquer informação sobre o empréstimo. 

A reportagem procurou a empresa pelo menos duas vezes no último ano para tratar do assunto, mas não teve qualquer informação. 

A atual gestão do Botafogo prefere não falar sobre a dívida, pois alega que também é vítima do problema. O ex-presidente do clube, Maurício Assumpção não foi localizado. 
 Fonte: Dívida 'misteriosa' de R$ 30 milhões com Odebrecht pode fazer Botafogo perder jogadores - ESPN.com.br

Dívida ‘misteriosa’ de R$ 30 milhões com Odebrecht pode fazer Botafogo perder jogadores | Clubes do Brasil



O valor devido está devidamente declarado nos balanços financeiros do Botafogo. Em 2014, eram 23.729 milhões. 

No de 2015, último publicado, o valor já estava em R$ 28.769 milhões. Não se sabe em qual empresa do grupo Odebrecht estaria declarado o valor emprestado ao clube. 

Na declaração do clube, a rubrica aparece em nome de Odebrecht Part.

Procurada, a Odebrecht se nega a dar qualquer informação sobre o empréstimo. 

A reportagem procurou a empresa pelo menos duas vezes no último ano para tratar do assunto, mas não teve qualquer informação. 

A atual gestão do Botafogo prefere não falar sobre a dívida, pois alega que também é vítima do problema. O ex-presidente do clube, Maurício Assumpção não foi localizado. 
 Fonte: Dívida 'misteriosa' de R$ 30 milhões com Odebrecht pode fazer Botafogo perder jogadores - ESPN.com.br

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

É Paulo Magalhães “fazendo escola”: como em Goiânia, Câmara de Aparecida pode reduzir recesso – Politica

Proposta é que o período seja reduzido de 77 dias para 53. 

O projeto de lei é do vereador Manoel Nascimento (DEM)

Algo não vai bem! Trabalhadores irão exigir saída de Sebastião Peixoto do Imas, diz Jornal – Assuntos de Goiás | Questão Brasil

Protesto foi marcado para a próxima terça-feira (14) em frente à sede do instituto, no centro de Goiânia

Kajuru Senador? Se disputar vaga no Senado, Vereador pode enfrentar no mesmo patamar o desafeto Marconi Perillo – Assuntos de Goiás | Questão Brasil

No mesmo patamar é maneira de dizer, uma vez que Jorge Kajuru conta com mais popularidade que o Governador, mas o mandatário tem a máquina nas mãos e uma estrutura política bem azeitada para uma disputa desta magnitude. 

Ronaldo Caiado, assim como Marconi Perillo, ainda pode optar por um projeto nacional, enquanto que o vereador mais votado da história de Goiânia pode escolher entre a Câmara Federal ou Senado.

kajuru-senador
Que Jorge Kajuru não será vereador por mais do que dois anos não é segredo para ninguém em Goiânia, mas apesar do próprio radialista já ter mencionado que pode concorrer a Câmara Federal em 2018, há um certo movimento para que ele sonhe um pouco mais alto e seja o nome visto como puxador de votos na chapa majoritária, que pode ter como cabeça de chapa o Senador Ronaldo Caiado. 

 A empolgação com Kajuru acontece depois de um começo avassalador como vereador na capital, em pouco tempo o polêmico comunicador mostrou a que veio no meio político, dando o seu recado a população, incomodando políticos tradicionais e mudando de forma significativa o jeito de fazer política no dia à dia. 

 Jorge Kajuru pode ser um trunfo do Senador Caiado para a disputa de 2018, tanto o vereador quanto o Senador não tem nada a perder, afinal continuarão parlamentares se conhecerem o dissabor da derrota. 

Caiado ainda terá mais quatro anos no Senado e Kajuru mais dois na Câmara Municipal.

Se os caminhos convergirem para que Kajuru e Caiado estejam juntos na disputa, o PMDB pode ser descartado pelo Senador que não é uma unanimidade dentro do partido de Iris Rezende. 

Caiado perderia em estrutura política, mas ganharia um parceiro conhecido e reconhecido como grande puxador de votos em Goiás.

 

Ninguém esta satisfeito! No Twitter José Nelto (PMDB) ripa gestão de Iris e fala em vergonha

José Nelto usou o Twitter para cobrar de diretor da Comurg a limpeza de uma praça.  

O caos instalado na Prefeitura de Goiânia nas primeiras semanas de gestão de Iris Rezende não tem agrado ninguém



Leia mais... Deputado do PMDB critica gestão Iris: "Vergonha" - Jornal Opção

Comissão do Idoso, presidida por Paulo Magalhães, debate concessão de incentivos a empresas que contratarem idosos – Legisladores do Brasil

Michelle Lemes



Comissão do Idoso debate concessão de incentivos a empresas que contratarem idosos
Foi debatido hoje (8) o projeto de Lei Complementar que trata de conceder incentivos fiscais a empresas que contratarem idosos para o seu quadro de funcionários. 

A matéria de autoria do vereador Paulo Magalhães (PSD) pretende oferecer isenção de Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial (IPTU) ou Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) a empresas que mantiverem idosos a partir de 5% do total do seu quadro de funcionários. 

 A audiência pública, promovida pela Comissão do Idoso da Câmara, contou com a presença da professora universitária Marli Bueno de Castro, que preside o Conselho Municipal do Idoso da Cidade de Goiânia; do secretário de Finanças, Oseias Pacheco; do representante da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho, Ciência e Tecnologia (Sedetec), Rafael Meirelles; de Margareth Maia, da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL); de José Rosa, presidente da Associação dos Aposentados e Pensionistas de Goiânia; da Assessora Legislativa da Fecomercio, Ângela Lemes; do presidente do Conselho Municipal de Aparecida, Gilmar Pacheco; da presidente do Conselho Estadual do Idoso, Inês Guardioli. Também compareceram os vereadores Cabo Senna (PRP), Lucas Kitão (PSL), Emilson Pereira (PTN), Paulo Daher (DEM), Priscila Tejota (PSD) e o deputado estadual Lincoln Tejota. 

 Marli Bueno, que preside o Conselho Municipal do Idoso, garantiu que esse incentivo ao idoso e ao empresariado é uma antiga reivindicação. “Notamos que houve uma mudança no perfil dos idosos, são pessoas ativas e que precisam de inclusão. Cerca de 10% da população goianiense é composto por idosos”, esclareceu. 

E ela ainda propôs que o salário do idoso seja compatível à função que ele irá desempenhar na empresa.

O deputado estadual Lincoln Tejota, que preside a Comissão de Saúde na Assembleia Legislativa de Goiás, pretende realizar uma audiência sobre o mesmo assunto e levar esse incentivo para todo o estado de Goiás. 

Inclusive, ele convidou a Comissão do Idoso da Câmara a participar.

José Rosa, que preside a Associação de Aposentados e Pensionistas de Goiânia, disse estar muito grato com o projeto de Lei apresentado e lembrou que 70% dos aposentados da Previdência Social ganha apenas um salário mínimo. 

Ele ainda trouxe o esboço de outros seis projetos que tramitaram na Câmara de Goiânia para entregar à Comissão do Idoso para analisar a possibilidade de reabrir as matérias.

O secretário municipal de Finanças, Oseias Pacheco, considerou o projeto de Lei Complementar apresentado inconstitucional. 

De acordo com ele, para atender à Constituição Federal é necessário que seja proposto pelo Chefe do Executivo, não pelo Legislativo Municipal. Mas se colocou à disposição para levar ao Prefeito e passar a iniciativa ao Executivo.

Rafael Meirelles, representante da Sedetec, considerou importante que a Diretoria de Trabalho da Secretaria colaborasse com o projeto de Lei oferecendo cursos de qualificação e requalificação aos idosos que retornariam ao mercado de trabalho. 

Margareth Maia, que representou a CDL, o Sindilojas e a Acieg, considerou de grande importância que o idoso tenha toda a qualificação necessária para os novos tempos. “O mais importante é oferecer idosos qualificados e saber onde o mercado de trabalho mais necessita de funcionários”, esclareceu. 

 Para a assessora legislativa da Fecomercio, Ângela Lemes, o empresariado só tem a ganhar com esse projeto de Lei. Ela colocou a Fecomercio e a assessoria jurídica da instituição à disposição da Comissão do Idoso para contribuir com o que for necessário. 

 De acordo com o projeto de Lei, o incentivo será concedido às empresas que tiverem o número mínimo de 20 funcionários. Para Paulo Magalhães, o projeto visa garantir a manutenção dos postos de trabalho, oportunizando ao idoso a possibilidade de se manter produtivo e ativo
.

Fotografia: Marcelo

Seguidores