Quem é que está surpreso? Delação de Palocci é a síntese do desastre da Lava Jato

Imagem
A Polícia Federal concluiu que as acusações feitas pelo ex-ministro Antonio Palocci sobre a BTG e o ex-presidente Lula não têm provas e foram baseadas em notícias de jornais. Após a delação - agora provada sem fundamento - o banco foi alvo de inquéritos e mandados de busca e apreensão.
Para o âncora dO É da Coisa, Reinaldo Azevedo, a conclusão coloca a credibilidade da Operação Lava Jato, mais uma vez, em xeque. As acusações de Palocci contra Lula não têm provas e foram desmentidas pela própria PF. 

A mesma delação usada por Moro para interferir nas eleições de 2018. Esse, aliás, foi o modus operandi da Lava Jato: manipular a opinião pública em cima de convicções. Lula merece justiça.

Comentários