QUANDO O ARREPENDIMENTO MATA


Uma apoiadora (ou ex-apoiadora) do presidente interrompeu o famoso espetáculo do "cercadinho" para criticar a atuação de Bolsonaro diante da pandemia. O número de bolsonaristas arrependidos é cada vez maior. Essa gente é a prova viva de que arrependimento mata. 
--

Comentários