TV R

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Peemedebistas corroboram do discurso de “união” em 2018 desde que Caiado apoie o nome do PMDB – Politica

O futebol e a política tem muito em comum e as rivalidades entre agremiações às vezes não permitem que seus membros caminhem juntos nem para que um deles vença o campeonato. Na política também assim e as divergências muitas vezes são intransponíveis para que a união prevaleça em nome do objetivo comum.
Daniel Vilela e Ronaldo Caiado são oposição e pregam a união para vencer a eleição contra a máquina do estado, mas as vaidades não permitem que nem um e nem o outro concorde em apoiar outro projeto que não seja o seu próprio. 

O Jornal O Popular traz que a divisão dos partidos de oposição visando 2018 é refletida, de certa maneira, nos discursos da bancada estadual do PMDB. O desencontro ocorre quando os dois pré-candidatos da oposição comandam reuniões em cidades diferentes: Daniel Vilela no 11º encontro regional do PMDB, em Jussara, e Ronaldo Caiado (DEM) no 3º encontro de 11 “partidos de oposição”, em Cidade Ocidental. 

É perfeita a definição do maior jornal do estado, uma vez que a união fica apenas no discurso tanto de Caiado quanto de Daniel que parece muito mais próximo de um entendimento com Marconi Perillo do que rezar na mesma cartilha do Senador Ronaldo Caiado. Como parece nenhum dos pré-candidatos está disposto a abrir mão da candidatura, e este posicionamento pode favorecer o candidato da situação que mesmo não decolando mantém a esperança de pelo menos chegar ao segundo turno. 

Seguidores