TV R

segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Nasr se irrita com fama de pay-driver: "Nunca paguei para correr"

O brasileiro Felipe Nasr concedeu a última entrevista antes do Grande Prêmio de Sepang, na Malásia, que acontece neste final de semana. 

O principal tema abordado, porém, não foi a expectativa do piloto para a prova, e sim algo que vem de fora das pistas: o patrocínio.

Isso porque a Sauber, equipe de Nasr, recebe verbas do Banco do Brasil, que investe no esporte devido à presença do brasileiro. 

O que leva alguns a inferirem que Felipe é um " pay-driver ", ou seja, um piloto que paga para ter espaço na F1.

"Eu nunca paguei para correr. Minha família não teria dinheiro suficiente para comprar um cockpit . Por outro lado, sempre houve empresas que acreditaram em meu talento e começaram a me dar suporte desde o início da minha carreira", declarou o condutor.
Nasr se irrita com fama de pay-driver: "Nunca paguei para correr"


Seguidores