TV R

domingo, 31 de maio de 2015

Juiz da Lava Jato alerta para ‘crimes que transcenderam a Petrobrás’

Como bem disse Paulo Roberto Costa na acareação com Nestor Cerveró na CPMI da Petrobrás, os rolos e propinas estão em todas as obras públicas deste país, e não só na Petrobrás, o juiz federal Sérgio Moro, que conduz as ações da Lava Jato, parece comungar desta idéia e considera que existem indícios que os crimes de corrupção e propinas “transcenderam a Petrobrás”.

O juiz demonstra perplexidade com a planilha com dados sobre cerca de 750 obras públicas, “nos mais diversos setores de infraestrutura que foi apreendida com Alberto Youssef”.

Doleiro e alvo central da Lava Jato, Youssef e o ex-diretor de Abastecimento da Petrobrás, Paulo Roberto Costa, fizeram delação premiada e relataram a ação do cartel das empreiteiras na estatal petrolífera.
Juiz da Lava Jato alerta para ‘crimes que transcenderam a Petrobrás’

Seguidores