TV R

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Eduardo Cunha rejeita impeachment e Aécio Neves é derrotado em mais um Turno, o 5º desta eleição

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), classificou nesta segunda-feira (16) de "ilegalidade" e "golpismo" a discussão sobre um eventual processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, mas criticou a gestão da petista no início do segundo mandato.

Cunha, que como presidente da Câmara tem a prerrogativa de admitir ou arquivar pedidos de impeachment do presidente da República, fez as declarações em entrevista ao jornalista Mário Sérgio Conti no programa “Diálogos”, da Globo News.

“Discussão de processo de impeachment neste momento, com as circunstâncias que estão colocadas, beira a ilegalidade, a inconstitucionalidade, para não dizer o golpismo. Ela foi eleita legitimamente. Não há o que contestar. Se aqueles que votaram nela se arrependeram do voto, vão ter esperar quatro anos para consertar. Ela tem todo o direito de governar”, disse.
G1 - Eduardo Cunha rejeita impeachment, mas critica gestão de Dilma - notícias em Política


Seguidores