TV R

sábado, 30 de março de 2013

Hipermercado EXTRA vende mas não entrega. Não respeita o consumidor

Já se sentiu lesado por uma compra na WEB?

A hipótese de o site não estar sintonizado com a logística é um fato que pode acontecer, mas após inúmeras reclamações em todos os canais de comunicação do Extra não é possível que ninguém tenha tido a boa vontade de resolver o problema do meu pedido de número 25078238.

Compra efetuada, entrega não, mas o lançamento na fatura já foi feito.

Isso soa como má fé, ainda mais quando não procuram resolver o problema criado por vocês mesmos do Extra.

Para mim enquanto consumidor, isso não importa, pois não é de minha responsabilidade se a logística não esta em sitônia com o site ou as lojas.
A oferta estava disponível e a compra efetuada, não foi entregue e mesmo após a primeira reclamação, a oferta ainda permaneceu lá por um bom tempo.

Deve ter um número significativo de pessoas que estão se sentindo lesadas pela oferta inexistente, que foi concretizada a compra e até agora não foi entregue.

Culpa da transportadora? Do site?

Acredito que de ambos, e dos gestores que não devem ser preparados para lhe dar com o publico, tamanha incompetência demonstrada neste caso.

Se fosse o patrão, os gerentes e gestores desta área já estariam demitidos, pois o respeito ao consumidor deve vir em primeiro lugar e se estes profissionais não partem desta premissa, estão no lugar errado.

Dependendo da analise do meu caso, comprar e não receber, a prática do EXTRA pode se configurar como apropriação indébita e como ninguém resolve o meu problema penso em sugerir, através de uma queixa no Procon ou na delegacia de polícia, através de um BO, que o Hipermercado EXTRA venha a ser investigado por estelionato.

Isso é crime ou não?

Vender, não entregar e não dar uma solução após as reclamações. Lembrando que a compra foi efetuada dia 22 de Fevereiro de 2013, portanto à mais de um mês.

As empresas têm de vender de acordo com o que têm em estoque, certo? Se houver uma falha de logística ou qualquer outra é preciso dar uma satisfação ao consumidor em tempo hábil, na medida em que as reclamações vão surgindo e não fazer ouvido de mercador e fingir que nada esta acontecendo.

O consumidor tem o direito de cancelar a compra e solicitar o ressarcimento ou então exigir a entrega da mercadoria.

Eu quero a mercadoria que comprei.

A relação de respeito e confiança que sempre tive com o EXTRA e demais empresas do Grupo Pão de Açúcar me levaram a comprar produtos de qualidade ofertados pelo Hipermercado, mas diante do descaso que tenho recebido do departamento competente, sei que tenho que repensar se continuo cliente do Extra e continuo recomendando seus produtos no meu circulo de amigos.

Reinaldo Da Silva Cruz


Seguidores